Menopausa na visão indiana

Sob influência de vata, pele e cabelos ficam secos como o ar, e o humor, instável como vento. Para a filosofia aiurvédica, o fim da fertilidade traz criatividade extra, força realizadora e evolução espiritual

Bons Fluidos Digital

Para a filosofia aiurvédica, o fim da fertilidade traz criatividade extra | <i>Crédito: iStock
Para a filosofia aiurvédica, o fim da fertilidade traz criatividade extra | Crédito: iStock


“Fazer 50 anos é passar pela experiência do nascimento, a mulher não conta mais com um corpo novo em folha, mas, em compensação, agora conhece o mundo e pode planejar o futuro”, escreve Márcia De Luca em seu livro A Idade do Poder. Discípula do médico indiano Deepak Chopra, que introduziu os ensinamentos da milenar medicina indiana no Ocidente, Márcia aproveitou esse conhecimento e sua experiência pessoal para fazer um guia de saúde e beleza para todas as idades, com destaque para a menopausa.
                Para a filosofia aiurvédica, o fim da fertilidade traz criatividade extra, força realizadora e evolução espiritual. “Sede de saber é um aspecto natural da menopausa”, diz Márcia. A compreensão das mudanças que acontecem no corpo e na alma é a base de uma travessia serena para outra etapa da vida, que pode ser muito prazerosa e plena.
                É importante aceitar que a silhueta muda. Como o metabolismo cai, é preciso menos comida e mais exercícios para manter o peso. “Mas com moderação: magreza excessiva agrava a baixa da produção hormonal”, lembra a consultora aiurvédica.

Mais vitalidade

A mulher de meia-idade está sob influência de vata, força do ar e éter. Pele e cabelos ficam secos como o ar, e o humor, instável como vento. São bem-vindas massagens com óleos e refeições ricas nos sabores doce, salgado e ácido, que equilibram a agitação de vata.
                As atividades devem ser intercaladas com mais tempo de quietude, pois é do repouso e do silêncio que virão a renovação e as respostas pra esse novo ciclo. Mais do que nunca, é necessário aprender a meditar, o que combate insônia, depressão e descontrole emocional.



21/02/2017 - 17:43

Conecte-se

Revista Bons Fluidos