Essência manual

Dentro do Mercado São Jorge, reduto de comida orgânica em Florianópolis, a loja Sta. Maria Casa carrega toda a energia e a história que há por trás de produtos feitos por pessoas

Bons Fluidos

Essência manual | <i>Crédito: Fernanda Afonso
Essência manual | Crédito: Fernanda Afonso


“Fiz isso para você.” Basta pegar uma das peças da loja Sta. Maria Casa para receber essa mensagem repleta de orgulho no subconsciente. Feitas por pessoas, expressam sentimentos e nos convidam a refletir sobre a cultura e o tempo humano do fazer com as mãos. “Tudo aqui vem de artesãos ou de artistas e é fruto de ações sustentáveis”, conta a proprietária, Carol Duva, que conhece pessoalmente todos os seus fornecedores. “É interessante porque cada pessoa tem uma mão diferente”, diz. Para valorizar os trabalhos, as criações são aliadas a desenhos contemporâneos. Os talheres de bambu mossô, espécie chinesa que cresce com facilidade no Brasil, vêm da Cooperativa Brotos e Gomos, de Sorocaba, em São Paulo, e custam de R$ 6 a R$ 24. “Não absorvem fungos, cheiro ou sabor”, afirma. Os produtos de redes de pesca que sobram no mar são produzidos pela artista Nara Guichon, residente na ilha. A bolsa custa R$ 330; o colar, R$ 80; e a “esponja rede” (que nunca estraga), R$ 12. Entre os produtos locais, há também importados idealizados no Brasil, como as foutas – toalhas feitas de algodão em tear milenar na Tunísia e na Turquia –, criadas pela designer Milena Makowiecky e vendidas a partir de R$ 188. “São ótimas para levar à praia, pois secam muito rápido e não acumulam areia”, diz. Crianças também se encantam por lá. A árvore chorão é um brinquedo de R$ 170 feito pelo artista Hans  omas Gotz, que usa madeira de árvores caídas. De um lado, objetos de casa e cozinha; do outro, roupas e acessórios. Em comum, a essência das mãos – mas cada uma à sua maneira.

STA. MARIA CASA
Mercado São Jorge, Florianópolis
Loja virtual: www.stamariacasa.com.br
WhatsApp: (48) 99935-7131



05/01/2018 - 10:18

Conecte-se

Revista Bons Fluidos