Quando palavras têm sabor

Encontros temáticos e itinerantes variam em assuntos e lugares, mas guardam em comum uma virtude que faz toda diferença: acontecem sempre ao redor da mesa – de onde brotam as mais belas trocas

Bons Fluidos

Quando palavras têm sabor | <i>Crédito: iStock
Quando palavras têm sabor | Crédito: iStock


Bem diferente do formato tradicional de palestras, onde um fala no palco e outros escutam, aqui, os discursos giram sempre em torno de uma mesa generosa. “A comida agrega e desperta afeto e alegria entre as pessoas”, afi rma Renata Vidal, uma das criadoras do grupo Conversas Entre Mulheres, de Curitiba. Ao lado de Andréa Xavier, Izabella Brain, Gabriela Paiva e Martine Jadoul, ela reúne mulheres para bate-papos temáticos cheios de conteúdo e de comidinhas. “O tema, qualquer que seja a palestrante, vai se refletir no que servimos. É necessário ter esse elo”, diz. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, o Coletivo Mangiare oferece durante a palestra um jantar totalmente relacionado ao tema do dia. “É possível ver, sentir o cheiro e comer justamente o que está sendo falado”, conta Rachel Corrêa, sócia de Soraia Tetamanti. A proposta da dupla é transformar informação em conhecimento, comida em conteúdo e comportamento em confi ança. Existe troca mais linda?

CONVERSAS ENTRE MULHERES

www.conversasentremulheres.com.br

COLETIVO MANGIARE

 www.coletivomangiare.com
 

 



29/01/2018 - 09:00

Conecte-se

Revista Bons Fluidos