Repouso entre a paz e o arvoredo

Com mais de 80% de Mata Atlântica ao redor, hotel acolhe quem deseja se afi nar com a natureza

Bons Fluidos

Repouso entre a paz e o arvoredo | <i>Crédito: Divulgação
Repouso entre a paz e o arvoredo | Crédito: Divulgação


Os aventureiros ou viajantes mais pacatos que só querem reduzir a marcha e apreciar a beleza da Mata Atlântica encontram abrigo no hotel SPaventura Ecolodge, em Ibiúna, a 75 quilômetros de São Paulo. Com preceitos da arquitetura sustentável – tais como placas solares e biossistemas que coletam, tratam e aquecem a água da chuva –, os chalés foram construídos sobre palafi tas com madeira de refl orestamento da região e madeira de demolição. “Unimos o bonito e confortável ao sustentável e orgânico ao máximo”, conta Daniela Haberkorn, uma das proprietárias, que comanda esse paraíso ao lado do pai, Ernesto, e dos irmãos, Alexandre e Patricia. Com altitudes que vão até 960 metros, as paisagens são um convite aos olhos e não perdem nada para o paladar. Na cozinha, tudo vem da própria horta orgânica ou de produtores agrícolas vizinhos. Entre as atividades, muito esporte, meditação, circuitos de aventura, cachoeiras, caminhadas e até passeios com viés educador, como plantio  de árvores, ordenha no curral e visitas à Casa do Mel e à Usina Solar, onde estão as placas solares que alimentam a energia elétrica do local. O transporte mais rápido, quando necessário, é feito por carros elétricos. “Se pelo menos uma atitude experimentada no hotel é replicada por cada hóspede, algo importante já foi difundido”, acredita Daniela. Essa aspiração, segundo ela, é uma das missões da família desde a criação do projeto, há três anos. “Toda a infraestrutura foi pensada para não impactar o meio ambiente, e sim fazer parte dele”, diz. E é do balanço da rede, em plena alvorada, que tudo se comprova e entra em sintonia: nós, a natureza e todos os encantos que só ela, intocada, pode nos ofertar, faça chuva ou faça sol.

VEJA MAIS EM

www.spaventura.com.br

reservas@spaventura.com.br



23/01/2018 - 09:07

Conecte-se

Revista Bons Fluidos