bem-estar   / Saúde e bem-estar

No Dia Mundial da Infância, especialista frisa a importância de cuidar da saúde de nossas crianças; saiba mais

Dr. Claudio Galvão, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica, foi o responsável por compartilhar algumas informações sobre o assunto

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado terça 16 março, 2021

Dr. Claudio Galvão, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica, foi o responsável por compartilhar algumas informações sobre o assunto
No Dia Mundial da Infância, especialista frisa a importância de cuidar da saúde de nossas crianças; saiba mais - Freepik

O próximo dia 21 de março é o Dia Mundial da Infância. Instituída pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e pela Organização das Nações Unidas (ONU), a data tem o objetivo de conscientizar pais, responsáveis e governantes sobre a importância de garantir uma boa formação social, educacional e de valores para as crianças.

+ VEJA: Modelo e ativista, Gisele Bündchen lança projeto ambiental para incentivar as crianças a plantar

Aproveitando a data, a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), reitera a importância de cuidar da saúde de nossas crianças, já que, todos os anos, cerca de 12 mil crianças e adolescentes são diagnosticados com câncer no Brasil, uma média de 32 casos por dia. Neste momento pandêmico, a tendência é que os números oficiais sofram um déficit, isso porque as famílias têm se afastado dos consultórios médicos.

O Dr. Claudio Galvão, presidente da SOBOPE, fala sobre a importância do diagnóstico precoce: “No Sistema Único de Saúde (SUS), o início do tratamento leva, em média, 270 dias para adultos, mas câncer em crianças é, geralmente, uma emergência, e o início do tratamento tem que ser imediato. Em torno de 80% dos casos podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados."

+ VEJA: Aos 118 anos, mulher mais velha do mundo carregará tocha nas Olimpíadas de Tóquio

Ainda segundo o presidente da SOBOPE, os principais sinais que os pais devem estar atentos são: dores nos ossos, principalmente nas pernas, com ou sem inchaço; palidez inexplicada; fraqueza constante; manchas roxas e caroços pelo corpo, não relacionados a traumas; febre ou suores constantes e prolongados; distúrbios visuais e reflexos nos olhos.

Último acesso: 24 Sep 2021 - 00:17:06 (1044561).