Testeira

Espirulina: uma das formas mais primitivas de vida na terra riquíssima em nutrientes

Na coluna desta semana, Jamar Tejada explicou por que o suplemento de espirulina se tornou tão popular e listou os benefícios desta cianobactéria

JAMAR TEJADA Publicado quarta 15 setembro, 2021

Na coluna desta semana, Jamar Tejada explicou por que o suplemento de espirulina se tornou tão popular e listou os benefícios desta cianobactéria
Entenda os mitos e verdade e como a espirulina pode ser aliada da saúde - Flickr/ Kate Johnson

Famosa entre as blogueirinhas fitness e procurada por muitos como a solução para todos os problemas, ainda mais quando se refere ao emagrecimento, a espirulina é o suplemento da vez!  

Embora todo mundo a imagine como uma linda alga, ela é uma cianobactéria microscópica e filamentosa com estrutura em hélice ou espiral de seus filamentos, daí que vem seu nome, sacou? Quando falamos em espirulina estamos nos referindo à biomassa de Arthrspira platensis, uma bactéria encontrada mundialmente em algas marinhas azul esverdeadas.

+++ Efeito sanfona: o bumerangue do peso para quem não aprendeu a se alimentar da forma correta

Considerada uma das formas mais primitivas de vida na terra e riquíssima em nutrientes tais como vitaminas do complexo B, minerais, proteínas de alta qualidade, antioxidantes β-caroteno e vitamina E e ácidos graxos poli-insaturados, especialmente o ácido α-linolénico. Seu conteúdo proteico atinge 60-70% do seu peso seco, estas proteínas apresentam excelente qualidade com um índice balanceado de aminoácidos essenciais.

Entre os aminoácidos não essenciais presentes na espirulina, estão a alanina, arginina, ácido aspártico, cistina, ácido glutâmico, glicina, histidina, prolina, serina e tirosina e entre os aminoácidos essenciais, estão a isoleucina, a leucina, a lisina, a metionina, a fenilalanina, a treonina e a valina, tá bom para você?

E é claro que todos esses nutrientes trazem vários benefícios para a saúde, especialmente na prevenção de doenças do coração, como infarto, aterosclerose e derrame

Além disso, ela também auxilia no tratamento da diabetes, da rinite alérgica, no ganho de massa muscular, no combate a vírus, câncer, desnutrição, além de proporcionar melhorias na saúde como um todo. 

A espirulina é um superalimento comercializado na forma desidratada em comprimidos, cápsulas ou em pó e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e suplementos. A dose e forma de ingestão recomendada varia de acordo com a finalidade de uso do suplemento

Vamos aos benefícios:

- Efeito prebiótico

Por ser uma ótima fonte de proteínas, a spirulina fornece boas quantidades de energia para o organismo. Além disso, tem um efeito prebiótico, dando força extra as bactérias boas do intestino. Com a flora intestinal equilibrada, há uma maior produção da vitamina B6 que contribui diretamente para o aumento da energia e disposição, sem falar na melhora do trânsito intestinal, já que possui alto nível digestivo, com uma absorção próxima de 90%. 

- Combate anemia

A espirulina é fonte de ferro, um mineral fundamental para a produção de hemoglobina, um componente dos glóbulos vermelhos no sangue, aumentando os níveis de hemoglobina no sangue, auxiliando no tratamento da anemia, além de seu alto teor de vitamina B12, sendo coadjuvante na suplementação de indivíduos vegetarianos 

A ingestão de 6 cápsulas de espirulina 500 mg, divididos ao longo do dia, por 12 semanas, pode aumentar a produção de hemoglobina e melhorar a anemia. Porém, o uso e a quantidade de espirulina deve ser orientado por um médico, farmacêutico ou nutricionista.

+++ Cogumelos: conheça os benefícios anticâncer destes fungos com superpoderes

- Auxilia no combate a osteoporose

Devido seu alto teor de minerais, ela pode ser utilizada como suplemento dietético em indivíduos com osteoporose.

- Diminui colesterol “ruim” e triglicerídeos

A ficocianina, o principal antioxidante presente na espirulina inibe a absorção de colesterol no intestino, diminuindo os níveis de gordura no sangue, outros antioxidantes presentes como betacaroteno e o ácido gálico também contribuem para a redução dos níveis de colesterol total, do colesterol “ruim”, o LDL, e triglicerídeos do sangue, prevenindo doenças como infarto, aterosclerose e derrame.

Além disso, os glicolipídeos HB2 e o ácido gama linolênico inibem a enzima lipase pancreática, reduzindo a absorção de gordura pelo organismo. A suplementação com 4g de espirulina por dia, durante 6 semanas, pode ajudar a diminuir os níveis de triglicerídeos, de colesterol total e do colesterol LDL, além de aumentar o colesterol “bom”, o HDL no sangue, sempre lembrando da orientação do profissional da saúde.

- Previne e trata a diabetes

Esses mesmos antioxidantes, além das gorduras polinsaturadas, como o ácido γ-linolênico, em sua composição, reduzem os níveis de açúcar no sangue, ajudando a prevenir a diabetes e a controlar os níveis de glicose em quem tem a doença. Estudos comprovaram que a ingestão de 2g de espirulina por 21 dias a 2 meses ajudou a reduzir os níveis de glicose no sangue, auxiliando na prevenção e tratamento da diabetes.

- Auxilia no ganho de massa muscular

Além de ser fonte de aminoácidos que auxiliam na manutenção e desenvolvimento de músculo, o ácido γ-linolênico melhora a resistência e a força, necessários para treinos focados em ganho de massa muscular. 

A espirulina também é fonte de antioxidantes que auxiliam na recuperação das fibras musculares após a prática de atividade física, sendo fundamental para o crescimento muscular, além disso, os antioxidantes  ficocianinas, compostos fenólicos e clorofila ajudam na recuperação pós treino.

Estudos indicaram que a suplementação de 6 a 7,5 g de spirulina durante 4 semanas, previne a perda de massa muscular, melhora o desempenho durante a atividade física e reduz o cansaço físico após os exercícios.

- Ajuda no tratamento de rinite alérgica

Por ter atividades anti-inflamatórias e estimulantes do sistema imunológico, devido seu poder antioxidante, melhora a função dos anticorpos, podendo ser usada como um tratamento natural complementar para aliviar os sintomas da rinite alérgica. Estudos mostraram que a ingestão de 2g de espirulina entre 3 e 6 meses pode diminuir os sintomas da rinite alérgica como, coriza, espirros, nariz entupido e coceira.

- Ajuda no emagrecimento

A espirulina é uma fonte de proteínas, além de ter boas quantidades de fibras que aumentam o tempo da digestão, promovendo a saciedade e ajudando na redução do consumo de alimentos.

Além disso, ela atua como supressor do apetite, revestindo as paredes do estômago e promovendo sensação de plenitude gástrica e saciedade, auxiliando no processo de emagrecimento e possui poucas calorias, além de ter boas quantidades de ácido γ-linolênico, um antioxidante que desempenha um papel importante no metabolismo e redução da gordura corporal.

+++ Vegetariano, vegano, veggie! Quais as diferenças, os benefícios e malefícios destes estilos de vida

Não podemos deixar de fora sua melhora na microbiota, atuando como desintoxicante, o que faz toda a diferença no processo de emagrecimento, aliás faz toda diferença quando a questão é saúde.

 
Possíveis efeitos colaterais e precauções 

A ingestão de quantidades recomendadas da espirulina pode causar náuseas, vômitos ou diarreia em algumas pessoas. 

Apesar das reações alérgicas serem raras, é importante ficar atento a sintomas como vermelhidão e coceira na pele, dor abdominal ou sintomas mais graves, como dificuldade para respirar ou engolir ou inchaço na língua, devendo procurar um atendimento de emergência! Por isso antes de se automedicar, mesmo sendo um suplemento de fácil acesso, procure um profissional de saúde! 

Na ausência de estudos sobre a segurança do uso durante a gravidez e a amamentação deve-se evitar o consumo nessas situações, assim como não deve ser ingerida por crianças, quem possui fenilcetonúria, quadros de gota ou hiperuricemia.

JAMAR TEJADA


Todas as quartas-feiras temos conteúdos exclusivos sobre métodos naturais para cuidarmos da saúde e do corpo... Daquele jeito que nós amamos!

Instagram: @Tejard

Contato: (11) 3063-1333

ACESSEM OUTROS TEXTOS QUE JÁ FORAM AO AR:

+++ Amizade e saúde: me diga com quem tu andas, que lhe direi que saúde tens

+++ Carne vermelha: saiba os prós e contras deste alimento na balança da saúde

 

Último acesso: 17 Oct 2021 - 08:50:01 (1045709).