colunas   / HOMEOPATIA

Rinite X sinusite X homeopatia: conheça o poder do tratamento homeopático para alergias tão comuns do inverno

Essa ciência tão antiga pode ser a solução de baixo custo e de mínimos efeitos colaterais para suas crises alérgicas

JAMAR TEJADA Publicado quarta 9 setembro, 2020

Essa ciência tão antiga pode ser a solução de baixo custo e de mínimos efeitos colaterais para suas crises alérgicas
Rinite X sinusite X homeopatia: Qual é a relação entre eles? - Pixabay

É raro hoje em dia encontrar alguém que não tenha em sua bolsa, isso quando não se encontra também dentro do porta-luvas, encima da geladeira, ao lado da cama, em cada canto da casa, um frasco de descongestionante nasal, ainda mais nessa época com constante mudança de temperatura, na qual acordamos num calor senegalês e dormimos cantando “Let it Go” da Frozen...

Indicado principalmente em casos de obstrução nasal aguda, que pode acontecer por causa de resfriado ou de uma crise alérgica -- embora quem tenha obstrução nasal por desvio de septo ou poluição também faça uso, mesmo não sendo indicado -- o descongestionante nasal simula o efeito da adrenalina no corpo, desobstruindo as vias orais e dando uma sensação de bem-estar instantânea. Mas, óbvio, criaturas, que isso tem um preço!

Os descongestionantes tópicos nasais mais comercializados à base de epinefrina, nafazolina e oximetazolina devem ser usados por, no máximo, cinco dias consecutivos, e de oito em oito horas. O problema é que a criatura que está congestionada faz uso direto e isso pode levar à rápida diminuição do efeito de um fármaco, edema rebote na mucosa nasal e rinite medicamentosa, sem falar que a musculatura nasal começa a não funcionar mais como deveria, fazendo com que o indivíduo precise usar, cada vez mais, para manter o conforto nasal, aquele perigoso efeito cascata!

+++ VEJA TAMBÉM: Conheça o farmacêutico naturopata Jamar Tejada; novo colunista da Bons Fluidos!

Voltando à alergia, infortúnios 30% dos brasileiros sofrem com algum tipo, segundo dados alarmantes da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Aspai). Os alergênicos, substâncias que provocam a crise alérgica mais comuns são: pelos de animais, poeira, ácaros e condições do ambiente, como baixa umidade do ar, que resultam na consequência chamada rinite alérgica.

O fato é que a homeopatia, essa ciência tão antiga pode ser a solução para suas crises alérgicas e ainda uma solução com baixo custo e risco mínimo de efeitos colaterais, quando prescrita da forma certa. Para mim, pelo menos, foi -- e, contrariando o que a grande maioria acredita, a resposta do efeito pode ser imediata!

+++ VEJA TAMBÉM: ''O grande problema é que queremos tratar a insônia e não a pessoa insone, e aí que está a diferença''

O PODER DA HOMEOPATIA

A homeopatia compreende que o indivíduo alérgico é um ser que reage com sensibilidade excessiva aos alérgenos e também às suas emoções, daí o porquê tantas criaturas desenvolverem sinusite após ter atravessado algum período traumático de suas vidas. A homeopatia busca encontrar um medicamento adequado a sua individualidade. Por isso, a importância de fazer uso de medicamentos homeopáticos prescritos por um profissional que entenda e respeite suas características únicas e não comprados em farmácia, não a automedicação! Respeite a sua individualidade!

Além disso, diferente da medicina tradicional que trata a doença e não o doente, a homeopatia vem para reestabelecer todo o balanço energético do ser. No caso de alergias, é preciso levar em consideração o caso de cada paciente, qual o nível da alergia, a resposta do corpo aos componentes que serão diluídos na composição, entre outras características que compõem o tratamento homeopático. A ideia é blindar o indivíduo das possíveis causas que o levaram ao processo alérgico.

+++ VEJA MAIS: O poder da natureza: farmacêutico homeopata ensina como dar um 'boost' na saúde de forma natural durante o inverno

E como age?

O medicamento homeopático vai simular uma doença no organismo, geralmente mais forte que a natural -- mas nem sempre --para que, após os sintomas agravados, haja a melhora do problema em questão e evitar assim que outros quadros alérgicos se iniciem.

É como se ativássemos a memória imunológica do organismo que tende a se reequilibrar. A ideia é chegar a homeostase, ao equilíbrio, como tudo aquilo que buscamos na vida!

Abra-se para um tratamento positivo, a homeopatia do bem viver está em aprender a abrir a mente para novos conhecimentos,  para mais tarde não adoecer mais que o corpo, adoecer a alma.


Todas as quartas-feiras teremos conteúdos exclusivos sobre métodos naturais para cuidarmos da saúde e do corpo... Daquele jeito que nós amamos!

Fiquem de olho!

Instagram: @Tejard

Último acesso: 22 Oct 2020 - 15:30:16 (1043392).