Publicidade

Criança indígena é a primeira a receber vacina da Pfizer contra covid-19 no Brasil

O indígena Davi Seremramiwe Xavante foi o primeiro a receber a dose infantil da Pfizer em solo nacional

Criança indígena é a primeira a receber vacina da Pfizer contra covid-19 no Brasil – Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

O Governo do Estado de São Paulo abriu as portas para a vacinação infantil contra a covid-19 ao imunizar nesta sexta-feira, 14, o jovem indígena Davi Seremramiwe Xavante, de apenas 8 anos, o primeiro a receber a 1ª dose da vacina da Pfizer no Brasil.

Publicidade

Davi, que está na faixa etária dos 5 aos 11 anos, para quem as vacinas deste lote serão destinadas, também faz parte de um dos grupos prioritários, ou seja, os indígenas, assim como as crianças com comorbidade, deficiência e quilombolas. De acordo com informações compartilhadas pelo portal G1, somente para estes quatro grupos (entre as idades indicadas), serão necessárias 850 mil doses da vacina.

Davi Xavante, primeira criança a receber a vacina da Pfizer contra covid-19 no Brasil

Morador da cidade de Piracicaba, Davi veio para São Paulo realizar um tratamento no Hospital das Clínicas — onde ocorreu a vacinação. Por sorte, foi escolhido para tomar a primeira dose infantil em solo brasileiro. Seu pai, o cacique Xavante Jurandir Seremramiwe, pôde participar do evento de maneira virtual, assistindo à transmissão diretamente do Mato Grosso, onde mora.

“O meu filho Davi Xavante ser o primeiro a tomar (a vacina) é exemplo para os demais povos indígenas tomem. Que o Ministério da Saúde honre e atualize, para que tenhamos prioridade para nossa criançada. Muito obrigado e que no Brasil a criançada tenha vacina para todo mundo”, disse, emocionado, o cacique Xavante.

+++ Depois de 20 minutos no ar, Covid-19 perde 90% da capacidade de infecção

Publicidade

Mas Davi não foi o único a receber o imunizante nesta sexta-feira durante o evento. Gianlucca Trevellin, de 9 anos, portador de uma atrofia muscular espinhal do tipo 1, além de Valentina Moreira, de 6 anos, e Caio Emanuel Oliveira, de 10 anos, que receberam transplante de rim, foram imunizados.

Com síndrome de Down, Graziely de Oliveira, de 8 anos, Leonardo Martinez, de 5 anos, Marcelo Gabriel Moreira, de 10 anos, Cauê Henrique dos Santos e Luiz Felipe Barboza, de 11 anos, também foram vacinados.

+++ Spray nasal pode proteger contra variantes da Covid-19 por até 8 horas

Publicidade

Na cidade de São Paulo, a vacinação para o público terá início nesta próxima segunda-feira, 17. Os pais ou responsáveis podem realizar um pré-cadastro com informações básicas da criança no site oficial do governo de SP. Para acessar, clique aqui.

Primeiro lote com vacinas da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos chega ao Brasil

Chegou ontem, quinta-feira, 13, ao Brasil, o primeiro lote da vacina da Pfizer contra a covid-19, destinado a crianças de 5 a 11 anos, com 1,248 milhão de doses do imunizante.

A remessa saiu de Amsterdam, capital da Holanda, e desembargou na madrugada deonte, às 4h38, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, SP. Ainda hoje, o lote seguiu para o município de Guarulhos, também em São Paulo, onde está localizado o centro de distribuição do Ministério da Saúde. A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou no dia 16 de dezembro a vacinação infantil contra a covid-19.

Publicidade

+++ Morador de rua que viralizou ao comemorar aniversário com cachorros recebe abrigo

A princípio, foi acordado o envio de 3,7 milhões de doses da vacina da Pfizer para crianças entre o Governo Federal e a farmacêutica americana para este mês. Em 10 de janeiro, porém, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou que a própria Pfizer irá antecipar a entrega de 600 mil doses, atingindo, assim, no primeiro mês do ano 4,3 milhões de doses. De acordo com o IBGE, o Brasil conta com 20,5 milhões de crianças nesta faixa etária.

Publicidade