comportamento   / Amor-próprio

Aprender uma nova língua está diretamente ligado ao sentimento de autoestima; entenda

Professora de inglês, Ana Carolina Delella explica o porquê esses dois termos estão associados

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado quinta 3 dezembro, 2020

Professora de inglês, Ana Carolina Delella explica o porquê esses dois termos estão associados
O processo de aprendizagem está diretamente ligado com a autoestima; entenda o motivo - Freepik

 Seu movimento e a forma que você lida com o mundo é influenciado por sua autoestima. A percepção de si mesmo, pode influenciar na fala, no andar e também em como você demonstra seus sentimentos e desejos mais profundos.

A comunicação pode ser a porta para ampliar seus limites, vivenciando outras culturas e apresentando suas ideias para o mundo. A teacher dos famosos, Ana Carolina Delella procura sempre desenvolver em seus alunos a inteligência emocional, quebrando assim as crenças limitantes deles. Uma mulher aventureira que aceitou uma proposta de emprego três dias antes da viagem acontecer, ela poderia se sentir incapaz de aceitar uma proposta que a fizesse sair da zona de conforto, mas ela agarrou a oportunidade indo em direção ao desconhecido.

Quando você aprende uma nova língua, você se torna uma pessoa mais aberta a novas formas de se reinventar e usar as palavras para se expressar, e ver o mundo de uma forma mais ampla.

Perceba que quando sua autoestima está baixa você sente uma dificuldade maior em colocar a voz no mundo, ficando mais fechado e evitando situações onde tenha que expor suas ideias, por não acreditar que seja bom o suficiente. 

Sua autoestima começa a melhorar à medida que você se sente capaz de fazer as coisas acontecerem, para isso é preciso sair da zona de conforto, mas isso não é uma tarefa fácil.

‘’ A zona de conforto é um lugar maravilhoso, pena que nada cresce lá’’, comenta Ana Carolina Delella.

O segredo do inglês em influenciar na autoestima está no processo. Não é apenas sobre aprender palavras novas ou o básico "verbo to be", é importante entender que o aprendizado será um desafio e estar aberto a aprender e errar. Erro na pronúncia, várias tentativas de criar frases e compreender a língua, serão desafios cotidianos, mas com persistência você perceberá a mudança e todo o esforço e frustração com os erros ficaram pra trás. 

Os benefícios de se aventurar e aprender algo novo são inúmeros. Lembrar que o processo pode te oferecer uma bagagem muito interessante e auxiliar na construção da sua autoestima. Quando você menos esperar se sentirá seguro e confiante de viajar para fora do país e quebrar os limites tanto físicos quanto psicológicos.


Sobre Ana Carolina Delella:

Fundadora da BeFaster – School of English, instrutora de língua Inglesa desde 2003 e criadora do método “Transforme o seu Inglês”. Trabalhou em NYC como intérprete auxiliando deficientes visuais brasileiros a adquirir cão guia nos Estados Unidos. Master e Practitioner em PNL pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística. Formada em Hipnose Ericksoniana e coach através da Sociedade Brasileira de Coaching em 2016.

 

Último acesso: 24 Jan 2021 - 00:07:51 (1043918).