comportamento   / Reflexões da covid-19

Filha sonha com a mãe, vítima da covid-19, e encontra diário escrito por ela antes de morrer

O diário continha reflexões sobre a vida e foram escritos pela mãe antes de ser entubada

Bons Fluidos Publicado sexta 13 agosto, 2021

O diário continha reflexões sobre a vida e foram escritos pela mãe antes de ser entubada
Filha encontrou diário escrito pela mãe antes de morrer por conta da covid-19 - Divulgação/ Mariane Alves de Oliveira

Mariane Alves de Oliveira, de 30 anos, encontrou conforto nas palavras da própria mãe, Maria Célia da Cunha de Oliveira, que morreu aos 52 anos vítima da covid-19 em julho deste ano em Sorocaba, no interior de São Paulo. 

A filha relatou ao G1 uma experiência extra-natural que vivenciou enquanto a mãe estava entubada na UTI da Santa Casa de Sorocaba. Ela teve um sonho com Maria Célia, no qual contava sobre um diário que escreveu antes de falecer com a infecção causada pelo coronavírus. 

+++ Ícone brasileiro, relembre algumas das frases inspiradoras que Tarcísio Meira colecionou durante sua vida

Depois de sonhar com a mãe, Mariane foi atrás de respostas e encontrou o diário escrito por Maria Célia antes de ser entubada. A filha tentou recuperar o pertence por duas vezes, mas só conseguiu recebê-lo depois que a mãe faleceu. 

"Eu sonhei com ela e no sonho eu vi ela, perfeitamente. Ela me disse que havia escrito para mim e que eu precisava encontrar. Eu fui na UPA do Éden, mas não entregaram nada. Fui à Santa Casa, mas só entregaram uma coberta dela. Eu mandava cartas para ela todos os dias e isso não voltou pra mim", relatou. 

O diário continha 15 páginas que começavam com a data e o nome do funcionário que estava de plantão no dia. Maria Célia contava nas páginas atualizações sobre a rotina no hospital e reflexões sobre a vida. Entre os relatos, a mãe pedia para que os filhos vivessem intensamente e cuidassem da família. 

"Depois, realmente, veio escrito assim: 'Para Mariane'. Foi o que me confortou porque eu estava arrasada e ainda estou. A gente se confortou por ver o quão forte ela foi. Minha mãe nunca gostou de coroa de flores, ela disse que era para comprar pizza no velório, que pizza ela gostava muito. Ela foi tão forte nas palavras", disse a filha Mariane. 

+++ ''Ilumina os passos daqueles que buscam a claridade''; celebre o dia de Santa Clara de Assis com esta oração poderosa

Trechos do diário

Mariane gravou vídeos para a família fazendo a leitura do diário escrito pela mãe. Leia um trecho abaixo:

"Estou escrevendo agora cedo, a respiração está boa, estou conseguindo porque tem horas que nem isso consigo fazer, mas Deus é maior e vamos vencer esse mal. Meus amigos de quarto, quase todos intubados, só escuto o som do respirador e um monte de aparelhos. Essa semana vai ser revigorante, vou vencer. Cada vez que lembro o quanto é difícil respirar, lembro que usar duas máscaras para ir ao mercado não é nada"

"A noite é difícil com os extubantes, só Deus, coitados dos profissionais da saúde! Não é fácil a noite aqui. Enquanto a cidade dorme, eles lutam para salvar vidas, sem muito recurso. E nós, no meio de tudo isso, então, valorizamos a noite de descanso. Obrigada senhor porque o sol já vai nascer e com ele, a esperança de dias melhores". 

Último acesso: 30 Nov 2021 - 12:51:28 (1045552).