Prefeito de São Paulo, Bruno Covas morre após lutar contra o câncer por mais de um ano

Na sexta-feira, 14, a equipe médica já havia avisado que o quadro do político do PSDB estava irreversível

BONS FLUIDOS Publicado domingo 16 maio, 2021

Na sexta-feira, 14, a equipe médica já havia avisado que o quadro do político do PSDB estava irreversível
Aos 41 anos, morre Bruno Covas, prefeito de São Paulo - Reprodução

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) morreu neste domingo, 16 de maio, no Hospital Sírio-Libanês, aonde estava internado desde o início do mês.

O tucano, que lutou por um ano e meio contra um câncer, teve uma piora em seu quadro geral e um comunicado oficial emitido pelo hospital informava que a situação era irreversível, por volta do final desta sexta-feira.

Covas foi diagnosticado com um câncer na cárdia, válvula entre o estômago e o esôfago, em outubro de 2019 e, deste então, se submeteu a vários tratamentos. 

INTERNAÇÃO

Covas estava de licença do cargo da prefeitura desde 2 de maio, quando foi internado pela última vez. Ao descobrir um sangramento, foi intubado às pressas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital, onde ficou até ter uma melhora no quadro.

O político chegou a ser extubado e transferido para um quarto, no qual recebeu visitas de familiares e postou algumas fotos e mensagens de otimismo nas redes sociais, porém seu quadro médico foi irreversível e Bruno faleceu neste domingo, 16 de maio.

Último acesso: 22 Jun 2021 - 08:10:30 (1044958).