Mulher, artista e mãe! Após ganhar 23kg com a gravidez, Evelyn Castro revela como conseguiu reconquistar a boa forma

A artista falou sobre o espetáculo que está participando e sobre os desafios que enfrentou logo após ter o primeiro filho

Redação Bons Fluidos Publicado terça 24 março, 2020

A artista falou sobre o espetáculo que está participando e sobre os desafios que enfrentou logo após ter o primeiro filho
Evelyn Castro fala sobre processo de emagrecimento após gravidez - Andrea Rocha

Evelyn Castro, assim como milhares de mulheres, é trabalhadora, vaidosa, preocupada com a boa forma, guerreira e MÃE.

A artista, que vive a personagem Marraia no programa Tô de Graça, do Multishow, que participa do canal Porta dos Fundos, do YouTube, e que também está no elenco do espetáculo "Um Tributo a Tina Turner - Quebrando Regras, uma comédia musical", no RJ, tem chamado atenção não só pelo talento que esbanja em seus trabalhos, mas também pelo corpão que tem ostentado após perder 10kg.

A verdade é que, como muitas mamães, depois da gravidez, Evelyn sentiu um desconforto com o próprio peso, porque aumentou alguns kg -- o que é extremamente normal -- mas, com todos os cuidados necessários, ela decidiu que queria se melhorar.

“Após a gravidez, eu engordei 23kg e não estava satisfeita, pois nunca estive tão acima do peso. Isso me fazia mal. E, principalmente, é uma questão de saúde. Resolvi voltar a ser quem eu era. Recorri ao Desafio Detox Turbo, da consultora Vanessa Rangeli, e consegui um resultado maravilhoso”, comentou a atriz.  

Muitas mamães já passaram por isso, não é mesmo? E muitas mulheres ainda passarão pela mesma situação! Sabendo disso, batemos um bate-papo gostoso com a Evelyn para entender como ela, com tantos compromissos, conseguiu ter disposição para tanta mudança positiva!

Confira!

1) Primeiro de tudo: sobre o musical da Tina Turner. Qual é a sensação de participar de um espetáculo que fala sobre uma das cantoras mais respeitadas do mundo? Qual é o peso disso?

"A sensação é a de carregar uma bandeira estiada, é a sensação de dar a mão a milhões de mulheres que estão no chão, sentindo dor e erguê-las. É a sensação de cantar hinos de vitória e lamentos. Tina é um exemplo de empoderamento em uma época muito preconceituosa, mulher, no auge dos seus 40 anos recomeçando, nos anos 80 e negra. Caramba, como ela conseguiu? Sempre comento que vejo dor em sua voz. Sua voz é um grito de basta e ao mesmo um grito de 'Hey eu to aqui', por isso tão única, tão forte, tão marcante e verdadeira. Tina é exemplo de superação, a prova de que não existe fim da linha pra quem quer e pra quem tem o espiritual do seu lado. O peso é gigante e, ao mesmo tempo, gostoso de se carregar".

2) Você tem muitos projetos ativos! É filme, série, teatro... Como uma mãe concilia a agenda para atender a todos esses trabalhos?

"Com loucura e amor rs. Brincadeiras à parte, eu chamo de Deus, porque tudo se encaixa. Fora a mãe e filho maravilhosos que tenho, melhores parceiros eu não poderia ter. Entretanto, o combustível para conseguir conciliar tudo isso é o amor pelo que faço. Mesmo com noites sem dormir, quando chego em casa a prioridade é do pequeno (preciso disso, estar com ele me alimenta, isso quando não o levo [para o trabalho]). Só depois dele dormir, me volto novamente para o trabalho. Acho que meu cérebro entrou em modo desespero rs e dá certo".

3) Sobre a gravidez: engordar 23kg fez você se sentir mal. Você teria feito algo diferente na gestação para evitar esse aumento do peso? Ou foi tudo especial mesmo com isso?

"Eu engordei, na realidade, na gravidez e no pós também. Na amamentação, comi horrores e não emagreci como acontece com as mulheres... E olha que amamentei até 1 ano e 1 mês. Eu teria feito exercícios, mas me perdoo... Era uma novidade muito grande ser mãe, é uma loucura boa pra mulher esta fase um turbilhão de informações. Fui me adaptando como podia, entendendo a nova realidade, porque queria só estar com meu filho quando ele nasceu, não conseguia pensar em deixá-lo para malhar. Eu amei ficar grávida e nunca me senti tão livre e bem. Não tive nada. A única coisa que eu mudaria, seria na prática de exercícios, orque eu estanquei tudo, já que estava em turnê de um espetáculo novo, grávida, fora ter perdido meu pai... Foi tudo junto e tinha medo de perdê-lo, mas foi o momento mais especial da minha vida. Acredito que tudo tem seu tempo e eu respeitei o meu. Eu já sabia que iria fazer de tudo para voltar para o meu corpo, sem neurose... respeito cada momento".

4) Emagrecer os 10kg depois da gestação foi muito difícil? Você achou que foi mais complicado do que perder os "kg extras" antes do bebê? Que dica você daria para as mamães de primeira viagem?
 
"Foi difícil pela minha rotina. Ela sempre muda -- até hoje -- e aí isso me causava um desânimo. Até que eu entendi que teria que ser assim. Ficava integralmente com meu filho antes de ele ir pra escolinha e, quando ele foi, comecei a organizar tempo pra mim. Fiz escolhas conscientes... Sabia o que eu não queria perder dele, cada fase... Como faço até hoje.

A dica é: seja leve, escute somente o seu coração e do seu filho, vocês se reconhecem. Tenha calma, ame a nova mulher que nasce com esta mãe, porque tudo se encaixa -- muito melhor do que era antes. Esta culpa que você sente não é sua, ela é social, mulher, jogue ela fora e siga de peito aberto, se escute... Aproveite, porque a frase clichê irrita, mas é real: 'passa rápido'!"

Evelyn Castro após emagrecer 10kg


Vale lembrar que, ainda neste ano, Evelyn estará nos cinemas com os longas: Uma Nova Chance, no qual protagonizará ao lado de Nany People; Tô Ryca 2, em que viverá a antagonista da trama, ao lado de Samantha Schmutz; e em A Sogra Perfeita, ao lado de Cacau Protásio.

Ela está na temporada atual da série Mecanismo, da Netflix; na série Matches e ainda está prestes a começar as gravações de Não é você, sou eu, ao lado de Thati Lopes e Bruna Ciocca, as três serão as protagonistas.

Último acesso: 29 Sep 2020 - 23:04:54 (1042441).