Publicidade
O que Oxum tem para nos ensinar neste 8 de dezembro, dia do Orixá do ouro e das águas doces – WikiMedia Commons

Em 8 de dezembro, muitos umbandistas e candomblecistas celebram o dia daquela que é considerada o Orixá da riqueza, do ouro, da abundância e da fertilidade, guardiã das águas doces, como rios e cachoeiras: Oxum, relacionada no sincretismo com Nossa Senhora da Conceição.

Publicidade

Como conta a mitologia, Oxum, também conhecida como Osúm, Osún ou Oxun, foi a segunda esposa de Xangô, Orixá da justiça, do fogo, dos raios e do trovão.

+++ Altar de Natal para atrair prosperidade durante todo o ano! Aprenda a fazer

O que Oxum tem para nos ensinar?

Seu arquétipo charmoso, ligado diretamente à beleza, nos ensina sobre sabedoria e feminilidade. É ela a responsável por nos dar jogo de cintura, por confiar nos instintos femininos, a seguir o caminho do amor e da sororidade. Apesar de valorizar a riqueza e, na maioria das vezes ser representada com seu espelho dourado em mãos — que mostra a sedução, o amor-próprio, talvez nossa maior arma — ela também vem para nos ensinar sobre o amor para com, principalmente, os fetos e crianças recém-nascidas, ou seja, ao início da vida.

+++ Atraia o que deseja para seu 2022 através das cores usadas no Ano Novo; confira o significado dos tons mais clássicos

Publicidade

As cores de Oxum são dourado e amarelo. Em suas oferendas, são usadas ervas como alecrim, erva-cidreira e camomila, além das comidas oferecidas, como canjica amarela e quindim, preferencialmente regados com mel. Seu dia da semana é sábado e sua saudação é “Ora Yê iê, ô”.

Oração para Oxum

“Salve Oxum, dourada senhora da pele de ouro, bendita são tuas águas que lavam meu ser e me livram do mal. Oxum, divina rainha, bela orixá, venha a mim, caminhando na lua cheia, trazendo em suas mãos os lírios do amor de paz. Torna-me doce, suave e sedutor como tua és.

Oh! mamãe Oxum, proteja-me, faça que o amor seja constante em minha vida, e que eu possa amar toda a criação de Olorum. Proteja-me de todas as mandingas e feitiçarias. Dai-me o néctar de sua doçura e que eu consiga tudo o que desejo: a serenidade para agir de forma consciente e equilibrada.

Publicidade

Que eu seja como suas águas doces que seguem desbravadoras no curso dos rios, entrecortando pedras e se precipitando as cachoeiras, sem parar nem ter como voltar a traz, apenas seguindo meu caminho. Purifique minha alma e meu corpo com suas lágrimas de alento. Inunda-me com sua beleza, sua bondade e seu amor, enchendo minha vida de prosperidade. Salve Oxum!”.