Publicidade

Consciência ambiental também para as cápsulas de café

A Nestlé é um bom exemplo de respeito ao meio-ambiente. Entenda!

Cápsulas de café – Divulgação

 De rápido preparo, o cafezinho feito nas máquinas de expresso ganha cada vez mais apreciadores. Faltava apenas um fim digno para as pequenas embalagens já que o descarte deixava a desejar. Nesse ponto, a Nestlé, fabricante da marca Nespresso, é um dos bons exemplos de respeito ao meio ambiente. Além de distribuir pontos de coleta seletiva pelas lojas próprias e parceiras – suas cápsulas de alumínio são mais recicláveis do que as concorrentes de plástico –, é interessante o destino que a empresa dá às monodoses. “Depois de usadas, o alumínio segue para indústrias que o transformam em latas, chapas e cabos. 

Publicidade
Já o pó de café, ou borra, vira insumo para fertilizantes orgânicos”, explica Guilherme Amado, gerente de sustentabilidade e responsabilidade social da Nespresso. O mercado conta ainda com outra alternativa ecológica: os sachês de papel (material biodegradável), recheados de café Pilão, utilizados em máquinas próprias da marca. Ou, para quem preferir, o sempre bom café de coador passado na hora.
crédito: Chloé Pinheiro