Publicidade

Viagens e descobertas: Oslo e Espírito Santo

Dois destinos incríveis para você apreciar a arquitetura e escultura local

Em Oslo, capital da Noruega, o parque Vigeland exibe as emocionantes esculturas de Gustav Vigeland – iStock

Tradição e sabor no
Espírito Santo

Foi o padre José de Anchieta (1533-1597) quem rebatizou de São Mateus a pequena
aldeia indígena de Kiri-Kerê, no Espírito Santo. Tanto tempo depois, a cidade,
a 220 Km ao norte da capital, Vitória, exibe um harmonioso conjunto
arquitetônico, construído ao redor do porto e tombado pelo Patrimônio Histórico
Nacional. Com a restauração feita nos anos 70, os casarões do século 17 e 18
voltaram a ter seu colorido original e circundam a praça pavimentada com pedras
retiradas do rio que passa por ali. Uma das comidas típicas de São Mateus é a
moqueca de banana-da-terra, preparada em panela de barro e temperada com
urucum.
Como chegar: Saindo de Vitória, pela
Rodovia BR-101 até São Mateus.

Publicidade

Emoções esculpidas
Em Oslo, capital da Noruega, o parque Vigeland exibe as emocionantes esculturas
de Gustav Vigeland (1869-1943). O artista, influenciado pelo mestre francês
Rodin, criou mais de 600 figuras de granito e bronze, simbolizando emoções e
experiências comuns aos seres humanos – amizade, raiva, ciúme, alegria -,
representadas por homens, mulheres, crianças e idosos. Ele retrata também o
ciclo da vida, do nascimento à morte, e todas as formas de amor, do maternal ao
homossexual. No final dos anos 40, a ousadia do trabalho de Vigeland causou
polêmica mesmo entre os liberais noruegueses. Hoje, encanta e faz refletir.
Como chegar: Queensberry Viagens.