Publicidade
Enquanto o inverno durar – Divulgação
Para os dias frios, um cafezinho quente. Bem melhor se for “passado na hora” (a bebida oxida quando deixada em garrafas térmicas) e feito com grãos especiais, equilibrados na sua doçura e acidez. Antes abafado pelo expresso, já faz algum tempo que o café coado recuperou o seu valor, e o método japonês Hario V60 (foto acima) tem se popularizado entre cafeterias, restaurantes e os chamados coffee lovers – apaixonados por café. O coador de vidro (R$ 110), tamanho 02, é composto por veios que facilitam a passagem da água e proporciona uma extração mais homogênea, qualidade essencial para uma boa bebida. O filtro no formato de passarinho (R$ 19, pacote com 20 unidades) foi trazido pela Flavors, empresa representante da Hario no Brasil, com sede em Cotia (SP), em comemoração ao Dia dos Namorados e lançado na Fispal, Feira Internacional de Produtos e Serviços para Alimentação, que aconteceu em junho, em São Paulo.
Mas o sucesso foi tamanho  que ele continua sendo adquirido por quem procura uma peça romântica ou simplesmente para quem quer imprimir mais delicadeza à mesa – que, por sinal, pode ser decorada mantendo com os próprios filtros de passarinhos num suporte de cerâmica, como sugerido na imagem. A jarra, também da Hario, tem capacidade para 360 ml da bebida (R$ 113). Todo esse conjunto nada trivial para coar um café estimula a pular da cama, enfrentar o dia frio lá fora ou ter momentos de aconchego na volta para a casa.
ONDE ENCONTRAR 
Flavors: tel. (11) 4702-3303, flavors.com.br | Doural: tel. (11) 3062-4171, doural.com.br

Publicidade