bem-estar   / Saúde dos cabelos

Autumn Hair: dermatologista dá dicas para quem não quer perder cabelo durante a estação

A dermatologista Fernanda Porphirio explicou porquê isso acontece e deu dicas certeiras de como evitar a queda, além de todos os truques para ter um cabelo super saudável agora

Bons Fluidos Publicado sexta 14 maio, 2021

A dermatologista Fernanda Porphirio explicou porquê isso acontece e deu dicas certeiras de como evitar a queda, além de todos os truques para ter um cabelo super saudável agora
Dermatologista deu dicas valiosas para cuidar dos fios no outono - Freepik

Não são só as folhas que caem mais no outono, os fios também perdem força nesta estação. A dermatologista Fernanda Porphirio, da Clínica Vanité, em São Paulo, explica que isso acontece devido ao clima.

O clima úmido colabora para o dano e perda proteica capilar mais acelerada. O ideal é proteger não só a haste do fio, mas também o couro cabeludo, com chapéu de tecido e abas largas, principalmente, durante o verão, se quiser evitar uma queda no outono”, explica a dermatologista que é especialista em Dermatologia e Estética pelo New York Cosmetic, Skin & Laser Surgery Center, e pelo Hospital Mount Sinai New York.

Com os termômetros em baixa, tem gente que aposta nos banhos quentes. Mas não se engane, esse também pode ser considerado um erro cometido pela maioria das pessoas. Tudo porque a temperatura da água influencia no brilho natural do cabelo, diminuindo-o, e pode estimular a oleosidade do couro cabeludo.

+ VEJA TAMBÉM: Evolução! Vacina contra o câncer de mama triplo negativo mostra resultados positivos em teste laboratorial

Finalize a lavagem com um jato de água mais frio, isso irá ajudar a fechar as cutículas capilares, deixando os fios protegidos”, alerta Fernanda.

Para quem quer dicas sobre o que pode ou não fazer na hora de tratar as madeixas no outono, Fernanda Porphirio dá algumas a seguir. Confira:

Por que nosso cabelo cai mais no outono?

Devido ao eflúvio sazonal, uma explicação é que o dano celular começa no verão, quando há maior exposição dos fios e dos folículos pilosos aos raios solares ultravioletas. Isso faz com que os fios que estão na fase de crescimento, anágena, migrem para a fase de repouso, telógena. Essa última tem duração já estabelecida de três a quatro meses, causando a queda por eflúvio telógeno sazonal dentro desse período.

O clima mais úmido do outono também colabora para o dano e a perda proteica capilar mais acelerada. O ideal é proteger não só a haste do fio, mas também o couro cabeludo com chapéu de tecido e abas largas, principalmente, durante o verão, se quiser evitar uma queda no outono.

Como evitar pontas duplas no outono?

Evitar procedimentos que já causem danos a haste por si só, como alisamentos, descolorações, uso excessivo de secadores e chapinhas, bem como banhos quentes que podem deixa-la mais frágil e quebradiça.

Em relação ao uso de secadores, o ideal é não utilizar na fase mais quente do aparelho, manter a uma distância de, pelo menos, 15 cm, e não ficar muito tempo na mesma mecha. Em relação às chapinhas, devem ser utilizadas apenas em cabelos já secos. Também não durma com eles molhados, pois além de facilitar a proliferação de fungos e bactérias, e poder causar dermatite e descamação, a umidade deixa o cabelo mais frágil e propenso a quebras.

Evitar tração excessiva ao prender as madeixas, também é interessante porque essa tração ajuda a quebrar mais o fio, além de facilitar a queda.

+ VEJA TAMBÉM: Já ouviu falar no mel de cenoura para os cabelos? Misturinha natural poderosa promete 'vitaminar' e dar brilho aos fios

Para evitar e até mesmo reparar esses danos, podemos utilizar a reconstrução capilar, que consiste no uso de produtos para repor proteínas, e a umectação capilar, com objetivo de hidrata-lo. Finalizadores à base de silicone formam uma capa protetora ao redor do fio, e o óleo capilar ajuda a selar as cutículas, além de hidratar e nutrir as madeixas. Em último caso, vale até mesmo cortar as pontas já danificadas.

Todo tipo de cabelo pode ser lavado diariamente nas estações mais frias?

A rotina de lavagem dos fios não precisa ser alterada de acordo com as estações do ano e deve seguir a necessidade de cada cabelo e couro cabeludo. Não há uma obrigatoriedade de lavar todo dia se você não tem esse costume, mas se já tem, não deixe de fazer.

Devemos ter atenção, pois nas estações mais frias o cabelo pode demorar mais a secar e isso sim seria um problema. Se lavar à noite, não deixe de utilizar secador antes de dormir para que eles não estejam úmidos, já que isso pode trazer danos aos fios e ao couro cabeludo, facilitando a proliferação de fungos e bactérias; o surgimento de patologias, como dermatites, descamação (caspa) e irritações no couro cabeludo; e ainda hastes fragilizadas, facilitando a quebra.

O condicionador pode ser usado em todo tipo de cabelo?

Sim, o condicionador pode ser usado em todos os cabelos, mas deve ser individualizado de acordo com o seu tipo ou de acordo com a sua necessidade. Aplique após o shampoo, apenas nos fios. Em seguida, retire totalmente sem deixar resíduos. Sua função é fechar as cutículas capilares após a lavagem e evitar a perda de nutrientes e proteínas. Também é responsável por devolver brilho, maciez e maleabilidade ao cabelo, o que facilita na hora de pentear.

Usar óleo no cabelo faz mal?

Não faz mal. Na verdade, os óleos vegetais têm alto poder de hidratação e nutrição do couro cabeludo e dos fios. Podem ser aplicados do couro cabeludo aos fios, realizando uma leve massagem.  Deixe agir por uma ou duas horas e lave com shampoo, enxaguando bem. Pode ser utilizado à noite, mas deve ser aplicado apenas nos fios para não estimular a oleosidade do couro cabeludo.

Óleos de jojoba, coco, argan e semente de uva são excelentes para proteção capilar e para devolver brilho aos fios. Dê preferência a agentes industrializados, pois esses têm os ativos estabilizados em suas formulações.

O uso dos óleos no couro cabeludo será maléfico apenas se estimular muita oleosidade e ocasionar obstrução, o que pode levar até a queda capilar. Portanto, se você tem o couro cabeludo oleoso, seu uso deve ser focado na haste capilar para hidratação e reconstrução do fio.

Alguma dica de hidratação caseira para fazer no outono?

O azeite é um óleo vegetal e pode ser utilizado facilmente para hidratar e recuperar o cabelo. Aplique do couro cabeludo aos fios, realizando uma leve massagem, e deixe agir por até duas horas. Em seguida, lave com shampoo enxaguando bem. Se você fizer uso durante a noite, passe apenas nos fios para não estimular a oleosidade do couro cabeludo.

Como cuidar do couro cabeludo nessa estação?

Evite tomar banhos quentes, eles diminuem o brilho natural do cabelo e podem estimular a oleosidade do couro cabeludo. Finalize a lavagem com um jato de água mais frio, isso irá ajudar a fechar as cutículas capilares, deixando-o mais protegido.

Utilize shampoos específicos de cuidados diários, de acordo com o seu tipo de cabelo, para minimizar os danos. Proteja a haste com agentes condicionantes e intensifique a rotina de hidratação e umectação capilar. Utilize fotoprotetores e proteção física, como chapéus, e protetores térmicos para proteger do dano causado pelo uso aumentado de secadores e chapinhas.

Último acesso: 22 Jun 2021 - 06:53:48 (1044950).