bem-estar   / Réveillon 2022

Eduardo Paes cancela festa oficial de réveillon na cidade do Rio

O prefeito Eduardo Paes usou suas redes sociais para anunciar o cancelamento do réveillon na cidade do Rio de Janeiro

Bons Fluidos Publicado sábado 4 dezembro, 2021

O prefeito Eduardo Paes usou suas redes sociais para anunciar o cancelamento do réveillon na cidade do Rio de Janeiro
Eduardo Paes cancela festa oficial de réveillon na cidade do Rio - Flickr / Foto: Leandro Neumann Ciuffo

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou neste sábado, 4, o cancelamento da celebração oficial de réveillon no município, principalmente em decorrência da chegada da variante Ômicron do coronavírus no Brasil.

No comunicado feito através das redes sociais do político, mais especificamente em sua conta oficial no Twitter, Paes deu detalhes sobre sua decisão.

Comunicado de Eduardo Paes sobre o cancelamento do réveillon na cidade do Rio

"Respeitamos a ciência. Como são opiniões divergentes entre comitês científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O Comitê da prefeitura diz que pode. O do Estado diz que não. Então, não pode.", começou Eduardo.

+++ Na América Latina, Brasil é o país com menor rejeição à vacina contra covid-19

Em seguida, Paes disse que tomou a decisão com tristeza, mas que não teria como organizar a celebração sem a garantia de todas as autoridades sanitárias. "Não temos como organizar uma festa dessa dimensão, em que temos muitos gastos e logística envolvidos, sem o mínimo de tempo para preparação [...] Espero poder estar em Copacabana abraçando a todos na passagem de 2022 para 2023.  Vai fazer falta, mas o importante é que sigamos vacinando e salvando vidas", concluiu.

Capitais brasileiras confiram cancelamento de réveillon

O Rio de Janeiro junta-se a 17 capitais brasileiras que também cancelaram suas festas oficiais de Ano Novo, sendo elas: São Paulo, Aracaju, Belém, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Palmas, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo, São Luís e Vitória.

+++ Governo de São Paulo reduz de 5 para 4 meses intervalo para terceira dose

Último acesso: 23 Jan 2022 - 08:24:01 (1046239).