Publicidade

Em equilíbrio até nas horas mais difíceis

Por que a ioga ajuda a reduzir os sintomas do estresse e da ansiedade

Equilíbrio em toda situação – Shutterstock

Para a bióloga Elisa H. Kozasa, pesquisadora do departamento de psicobiologia da Unifesp e do Instituto do Cérebro do Hospital Albert Einstein, ambos em São Paulo, os ássanas ajudam a desenvolver o foco, a concentração, e favorecem o relaxamento. “A pessoa aprende novos referenciais e passa a ter um estado de gentileza com o próprio corpo e a mente”, diz ela.

Publicidade

A especialista frisa ainda que a ioga não é mágica e que a prática tem melhor efeito com disciplina e regularidade, segundo as pesquisas. “A redução de sintomas de estresse bem como a da ansiedade e a melhora da atenção é observada em muitos estudos após cerca de oito semanas de treinamento diário”, diz Elisa.

O poder renovador da ioga, talvez explique por que essa prática é associada entre os hindus ao deus Shiva, que tinha a habilidade de destruir para depois reerguer algo novo. “Ganhamos mais energia e entusiasmo, desvinculamos os padrões emocionais do evento, expelimos as toxinas físicas e emocionais e nos tornamos conscientes de cada momento, dando a oportunidade de superar o passado e criar uma nova realidade com mais clareza, energia, paz e felicidade”, afirma a guru Rajshree Patel. Palavras de quem pratica há 30 anos, sempre com o mesmo sorriso no rosto.

 

Os adeptos do zen-budismo acreditam que,além da ioga, para lidar bem com conflitos e adversidades, é preciso fortalecer a mente e sugerem estratégias simples

Publicidade

• Desafios são oportunidades para o crescimento pessoal. Mude sua ótica: aceite as dificuldades com compaixão. Lembre-se: você é dono de sua vida e só você pode transformá-la.

• Tudo é transitório e está em constante transformação. Não valorize excessivamente os problemas.

Publicidade

• Aproveite pequenos momentos em meio às atividades para relaxar. Na frente do computador, solte a musculatura. Se o telefone ou a campainha tocarem, respire conscientemente antes de atender. Se precisar ir até a sala ao lado, medite caminhando: preste atenção nos pés, na alternância das pernas, no apoio dos pés no chão.

• Pratique exercícios físicos.

• Cultive bons amigos e compartilhe com eles sua vida.

Publicidade