comportamento   / Amor próprio

Ame-se! Espiritualista ensina 5 técnicas para desenvolver amor próprio e afastar-se da baixa autoestima

O mestre em espiritualidade Daniel Atalla provocou reflexões sobre a falta de amor próprio

Bons Fluidos Publicado quinta 29 outubro, 2020

O mestre em espiritualidade Daniel Atalla provocou reflexões sobre a falta de amor próprio
Aprenda a se amar seguindo as dicas ensinadas pelo mestre em espiritualidade Daniel Atalla - Pexels

Manter a autoestima e gostar de si mesmo em tempos de redes sociais e de constantes competições dentro e fora do mundo do trabalho é um problema que afeta a saúde mental de milhões de pessoas que têm dificuldade em reconhecer seu valor no mundo.

O mestre em espiritualidade livre Daniel Atalla usou suas redes sociais para compartilhar uma reflexão sobre amor próprio e autoestima e, após receber inúmeros desabafos de seus seguidores sobre o assunto, ele resolveu gravar um vídeo para seu canal no YouTube. 

+ VEJA TAMBÉM: Espiritualista ensina técnicas para eliminar energias negativas de roupas e calçados

A publicação compartilhada por ele que desencadeou uma série de mensagens dizia: "Pense bem, se a sua volta existisse mais pessoas iguais a você, você teria amizade com elas? Casaria com ela? Seja real, você gostaria de conviver com você? Me conte nos comentários e vamos conversar sobre isso". 

No vídeo compartilhado no canal Escola Esotérica, o espiritualista respondeu desabafos e dúvidas enviadas por seguidores insatisfeitos com quem são e ensinou 5 dicas para desenvolver o amor próprio:

+ VEJA TAMBÉM: Espiritualista aponta 6 sinais que indicam que há inveja perto de você; aprenda a identificar

Reconheça que você é um ser único 

O espiritualista destacou que o primeiro passo para tratar a falta de amor próprio é reconhecer o fato de que mesmo vivendo em um mundo de mais de 7 bilhões de habitantes, há apenas uma versão de você, ou seja, você é um ser único e não há ninguém como você.

Respeite o espaço do outro e faça com que respeitem o seu espaço também

Após receber um depoimento de uma seguidora que disse se sentir "uma pessoa chata demais" por se preocupar com o bem-estar de seus familiares, Daniel orientou sobre a importância de deixar que o outro faça suas decisões para que você também tenha este direito. Ele ainda recomendou a prática de invocação angelical. 

Não há competição

"Um grande aspecto para a gente se amar é entender que não viemos aqui para competir com ninguém, viemos para nos melhorar!", parafraseou o espiritualista. Ela orientou que precisamos buscar o melhor de nós mesmos ao invés de tentar se comparar com outros. 

Não há distinção

Daniel destacou que culpar-se e não se perdoar é uma prática que destrói a autoestima e amor próprio. Ele orientou que costumamos relacionar o sentimento de culpa ao divino, mas ele destacou que "não há distinção de pessoas" e que este divino não nos culpa. 

Assuma o seu caminho

O espiritualista disse que cada um de nós deve saber o que "alimenta a alma" e "respeitar os seus desejos", para assumir e seguir o caminho que lhe foi dado. 

Último acesso: 30 Nov 2021 - 12:05:07 (1043712).