comportamento   / Esperança x covid

Medicamento da Pfizer diminui em 37% o risco de morte por Covid-19, aponta estudo brasileiro

Ensaio clínico feito por laboratório brasileiro em parceria com a Pfizer apontou que o medicamento ajuda a diminuir complicações da covid-19 e consequentemente as chances de morrer pela doença

Viva Saúde Publicado quinta 17 junho, 2021

Ensaio clínico feito por laboratório brasileiro em parceria com a Pfizer apontou que o medicamento ajuda a diminuir complicações da covid-19 e consequentemente as chances de morrer pela doença
Medicamento da Pfizer pode ajudar o paciente da covid-19 a não desenvolver complicações - Pixabay

Um estudo realizado pela Academic Research Organization (ARO) do Instituto Albert Einstein em parceira com a Pfizer e divulgada na The New England Journal of Medicine apontou que um medicamento criado pela farmacêutica norte-americana pode ajudar a salvar a vida de pacientes da covid-19. 

+ VEJA TAMBÉM: Doria antecipa vacinação e promete imunizar toda a população adulta até setembro; veja calendário

O medicamento tofacitinibe (Xeljanz) pode ajudar a reduzir em 37% do risco de morrer pela infecção causada pelo novo coronavírus mostrou a pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 16. O estudo mostrou que o remédio ajuda a diminuir as chances de o paciente desenvolver uma grave complicação, conhecida como tempestade respiratória. 

Clique aqui para ler a matéria completa no site da Revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos.

Último acesso: 04 Dec 2021 - 01:12:18 (1045167).