inspiracao   / Astronomia

Ciclo Solar 25: Sol iniciará nova fase e deverá mudar de aparência; entenda o fenômeno

Episódio astronômico solar que se repete a cada 11 anos acontece em 2020; confira

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado sexta 29 maio, 2020

Episódio astronômico solar que se repete a cada 11 anos acontece em 2020; confira
Ciclo Solar 25: Sol iniciará nova fase e deverá mudar de aparência; entenda o fenômeno - (Nasa/ SDO/ LMSAL)... - Veja mais em https://espacotempo.blogosfera.uol.com.br/2020/05/21/que-manchas-sao-essas-sol-inicia-novo-ciclo-e-vai-variar-de-aparencia/?cmpid=copiaecola

O Sol está entrando em uma nova fase astronômica, também conhecida como Ciclo Solar 25.

O episódio que se repete a cada 11 anos, aproximadamente, pode variar de intensidade, o que, consequentemente, altera a aparência do astro que dá nome ao nosso sistema cósmico. As informações são do físico e colunista Thiago Signorini Gonçalves, do Tilt, portal sobre tecnologia do UOL.

Os Ciclos em questão podem alternar entre os de atividade máxima, como o da foto acima, com o surgimento de diversas manchas solares escuras, ou seja, grandes erupções, e os períodos de atividade mínima, como agora, em que a superfície solar atinge uma aparência mais 'homogênea', digamos.

Atividade máxima e suas interferências

Sobre essas grandes erupções solares, as chamadas ejeções de massa coronal, o que sabemos é que elas atingem  temperaturas acima de 100 mil graus através da emissão de gases ionizados e são ejetadas a grandes velocidades do Sol, podendo, muitas vezes, chegar aqui na Terra. Quando isso acontece, há interferências dentre as transmissões de rádio, satélites são danificados, mas é o período em que podemos ver com mais facilidade as auroras boreais.

O que causa esses fenômenos?

A resposta é a atividade magnética do Sol, um dínamo como um gerador elétrico no interior da nossa estrela. A física por trás disso é, sem dúvidas, muito complicada. Mesmo assim, os profissionais ainda não conseguem prever o momento exato do início do ciclo nem sua força.

O que se sabe é que entre 1950 e 2000 tivemos ciclos particularmente intensos, com mais de 200 manchas no Sol durante o máximo do ciclo. No Ciclo 24, o último, chegamos apenas a 80, e a previsão é de algo parecido para o próximo Ciclo.

Último acesso: 27 Sep 2020 - 21:09:05 (1042806).