Estudo brasileiro indica remoção de molécula como ''chave'' no combate à obesidade; entenda

Segundo a Universidade de São Paulo, a USP, a retirada dessa molécula pode estar associada à perda de tecido adiposo

Viva Saúde Publicado terça 23 fevereiro, 2021

Segundo a Universidade de São Paulo, a USP, a retirada dessa molécula pode estar associada à perda de tecido adiposo
Estudo brasileiro indica remoção de molécula como ''chave'' no combate à obesidade; entenda - Freepik / jcomp

Essa molécula, que se chama microRNA-22, quando retirada do corpo, previne a produção de tecido adiposo (a gordura) entre outras disfunções metabólicas que estão presentes no quadro de obesidade.

O grupo da faculdade, chefiado pela doutora Gabriela Diniz, já produziu diversos estudos sobre o microRNA-22 e o este último está sendo publicado na nova edição da “Metabolism”, importante revista da área.

O estudo tem resultados muito animadores e podem se mostrar uma verdadeira chave para o tratamento da doença, que vem aumentos cada vez mais a incidência.

Em entrevista dada para a jornalista Mariza Tavares, que tem um blog no portal Bem-Estar, da Globo, a chefe pelo estudo relatou a importância da pesquisa.

Quer saber mais? Clique aqui para ler a matéria completa no site da revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos.

Último acesso: 16 Apr 2021 - 11:54:18 (1044419).