bem-estar   / Coronavírus

Vacina de Oxford será testada em uso combinado com a russa Sputnik V

Os testes incluirão voluntários com mais de 18 anos

Viva Saúde Publicado sexta 11 dezembro, 2020

Os testes incluirão voluntários com mais de 18 anos
Vacina de Oxford será testada em uso combinado com a russa Sputnik V - Freepik / jcomp

O laboratório sueco AstraZeneca, que desenvolve uma vacina em parceria com a Universidade de Oxford, e a Rússia anunciaram hoje, dia 11, testes clínicos conjuntos que combinam seus dois imunizantes contra o novo coronavírus. 

Segundo o laboratório, ao unir duas pesquisas, é possível obter uma "resposta imunológica melhor". As duas vacinas usam adenovírus —vírus que causa o resfriado comum —, modificado com componentes do novo coronavírus. 

E, em um comunicado publicado hoje, dia 12, o Fundo Soberano Russo, que participa no desenvolvimento da Sputnik V, afirmou que propôs em novembro à AstraZeneca o uso de um dos dois componentes da vacina russa.

Cliquei aqui para ler a matéria completa no site da revista Viva Saúde, parceira da Bons Fluidos.

Último acesso: 16 Apr 2021 - 10:28:01 (1043988).