A vida não é um jogo! Chamado de ‘gaming disorder’, vício em jogos é um transtorno prejudicial para a saúde mental

De acordo com pesquisa, 2% da população mundial já sofre com o transtorno

Bons Fluidos Publicado terça 26 outubro, 2021

De acordo com pesquisa, 2% da população mundial já sofre com o transtorno
Quando jogar videogame se torna um vício - Pexels/Matilda Wormwood

Os videogames são aparelhos que fazem parte da vida de muitos adolescentes ao redor do mundo. Tirar um tempo para se divertir não é um problema, mas quando as horas jogando na frente da televisão se tornam prioridade e tomam o espaço do relacionamento e convívio social, então estamos diante de um vício. Esse comportamento é chamado de gaming disorder, e vem chamando a atenção da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Um estudo publicado no Jornal de Psiquiatria da Austrália e da Nova Zelândia aponta que 2% da população mundial sofre com o transtorno, que em 2018 foi incluído na 11ª edição da Classificação Internacional de Doenças (CID-11) pela OMS. 

Em vídeo do órgão de saúde, o Dr. Vladimir Poznyak, do Departamento de Saúde Mental e Abuso de Substâncias da OMS, aponta, no vídeo “WHO: Gaming disorder: questions and answers (Q&A)” que algumas das características desse transtorno são: um controle prejudicado sobre o ato de jogar e a predominância em jogar em relação a outras atividades do dia a dia.

Esse mercado dos games cresce cada vez mais. De acordo com pesquisa feita pela Newzoo, o Brasil possui a maior receita de jogos da América Latina, e é o 12º do mundo. Ainda, o estudo aponta que só em 2021 o país terá um aumento de cerca de 5% na receita anual, o equivalente a aproximadamente R$ 12 bilhões.

+++ Cirurgiões testam com sucesso transplante de rim de porco em humano em feito inédito

+++ Insatisfação crônica: Um sentimento que pode trazer sérios problemas para a saúde da pessoa

Quando se observa sinais do transtorno, é importante procurar um profissional especializado para que a pessoa tenha uma avaliação médica e, dependendo de cada caso, receber tratamentos específicos.

Poznyak ainda cita outros problemas de saúde que o gaming disorder pode causar, como: 

  • Alteração no sono; 
  • Pouca prática de exercícios físicos;
  • Prejuízos nutricionais.

Confira o vídeo da Organização Mundial da Saúde:

Último acesso: 04 Dec 2021 - 01:27:25 (1045925).