comportamento   / Qualidade do sono

Noites mal dormidas? Confira 6 dicas de como evitar que o medo do coronavírus e o isolamento social tirem seu sono

Não deixa a insônia te consumir em plena quarentena; confira série de dicas que irão te ajudar!

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado terça 14 abril, 2020

Não deixa a insônia te consumir em plena quarentena; confira série de dicas que irão te ajudar!
Confira 6 dicas de como evitar que o medo do coronavírus e o isolamento social tirem seu sono - Pinterest

Sabemos que uma noite bem dormida é uma das medidas essenciais para cuidar da saúde e do próprio sistema imunológico. Porém, com a chegada do coronavírus, muitas pessoas estão se queixando de grandes dificuldades para dormir, e fortes indisposições ao acordar.

Sim, isso é normal. Conciliar a rotina com o isolamento social não é uma tarefa fácil, ainda mais com o bombardeio de notícias trágicas e alarmantes sobre a disseminação do Covid-19 pelo mundo. São os sentimentos de incerteza e medo os culpados pela falta de sono durante a quarentena.

Segundo a colunista Silvia Ruiz, da página Viva Bem, do UOL, "a insônia faz parte do modo de sobrevivência que nosso corpo ativa em situações de perigo". Por isso, a jornalista reuniu uma série de dicas para evitar, de uma vez por todas, que o coronavírus tire seu sono.

1. Mantenha a calma

Literalmente, estamos sem saídas. O melhor caminho é ficar em casa. Pensando nisso, encontre atividades simples e caseiras que poderão diminuir seu estado de estresse. Mantenha o contato frequente com seus familiares e amigos, virtualmente ou não. O ser humano é um animal sociável, por isso, precisa manter suas relações mesmo durante o período de isolamento. Jogar conversa fora nunca foi tão importante! Outra boa dica é praticar exercícios respiração, ioga e meditação. Mais uma vez, a internet pode ser uma grande aliada. Confira!

2. Diminua o consumo de cafeína

Para os amantes de café, o consumo precisa ser moderado e regulado. O ideal é deixar para tomar o cafezinho na parte da manhã, pois a ingestão durante a tarde ou à noite deixará seu corpo em estado de 'alerta'. A mesma recomendação vai para alguns chás, como chá-verde ou mate, ou mesmo refrigerantes a base de cola. Você pode substituir essas bebidas por chás de ervas como camomila e erva-doce, calmantes naturais.

3. Controle o consumo de bebidas alcoólicas

Segundo Silvia, "há redes de supermercados que registraram um aumento de até 20% nas vendas de bebida alcoólica nas últimas semanas, em comparação com o mesmo período do ano passado". Apesar de não ser diretamente o causador da insônia, o álcool é o grande responsável pelo sono de má qualidade. Reserve as bebidas para, no máximo, duas vezes por semana.

4. Deixe os aparelhos eletrônicos de lado

Celulares, computadores, tablets, televisões. Nós estamos rodeados de aparelhos eletrônicos e, cada vez mais, recebendo as citadas notícias sobre o Covid-19. "Mas as telas emitem uma luz azul que interrompe a produção de melatonina, o hormônio que nos faz pegar no sono. O ideal, portanto, é trocar por leitura de livros na parte da noite, por exemplo", explicou a colunista.

5. Não estamos de férias

Esta dica não vale apenas para as crianças. Nós, adultos, também precisamos entender que não estamos de férias e precisamos organizar e seguir uma rotina. Segundo Silvia, nosso corpo precisa de repetições para captar qual é a "hora de dormir". Tome um banho relaxante, consuma seu chá, desligue os aparelhos, leia um livro, apague as luzes e tente pegar no sono. Horários para acordar também são essenciais.

6. Métodos alternativos

A aromaterapia pode ser uma grande aliada para solucionar o problema de noites mal dormidas. Além dos chás calmantes, óleos essenciais, como o de lavanda, também são ótimos para trazer a sensação de relaxamento que estamos buscando. Para aprender a utilizar os óleos essenciais, clique aqui.

Último acesso: 10 Aug 2020 - 01:55:04 (1042559).