comportamento   / Coronavírus

Quem já teve Covid-19 não pode se descuidar: estudo mostra diminuição rápida de anticorpos em pacientes que já tiveram a doença

Um estudo publicado na Revista Nature com mais de 350 mil voluntários mostrou queda na imunidade de pacientes

Bons Fluidos Publicado terça 27 outubro, 2020

Um estudo publicado na Revista Nature com mais de 350 mil voluntários mostrou queda na imunidade de pacientes
Novo estudo foi publicado na Revista Nature - Pexels

Um estudo iniciado no começo da pandemia e divulgado pela revista científica Nature, uma das mais prestigiadas do mundo, nesta terça-feira, 27, mostrou que pacientes que já tiveram a Covid-19 sofreram uma queda muito rápida de anticorpos contra o vírus após alguns meses. 

A pesquisa, feita por cientistas do Imperial College London e o Instituto Ipsos Mori, na Inglaterra, avaliou 350 mil pacientes ingleses no início da pandemia, entre março e abril, e avaliou testes feitos regularmente por essas pessoas entre 20 de junho a 28 de setembro. 

+ VEJA TAMBÉM: Estudo feito por cientistas japoneses revela quanto tempo coronavírus sobrevive na pele humana

O resultado mostrou que a prevalência de anticorpos caiu em um quarto em junho, dois meses após o pico de contaminações. O estudo alerta para que pessoas que já tiveram a Covid-19 não relaxem as medidas de prevenção já que podem estar sujeitas a apresentarem a doença novamente. 

"Este estudo é uma parte crucial da pesquisa e ajuda a entender como os anticorpos da Covid-19 evoluem ao longo do tempo", explicou o secretário de Estado da Saúde, James Bethell.

+ VEJA TAMBÉM: Entenda o que são as doenças crônicas não-transmissíveis, principal causa de mortes precoces no país

O estudo também fez outra constatação interessante: não houve alteração nos níveis de anticorpos em profissionais de saúde; o motivo pode estar relacionado à exposição constante ao vírus por esses profissionais. 

Segundo a  virologista Wendy Barclay, do Imperial College London, em entrevista ao Times Radio, este novo coronavírus está se comportando de maneira semelhante aos vírus sazonais como gripes, que existem em humanos há anos e se manifestam a cada um ou dois anos. 
 

Último acesso: 03 Dec 2020 - 16:38:56 (1043697).