Acupuntura em bebês: o que você precisa saber sobre a aplicação da técnica milenar nos pequenos

A medicina tradicional chinesa defende a aplicação da acupuntura em bebês para tratar o sono, cólicas e outras dores

Bons Fluidos Publicado segunda 3 agosto, 2020

A medicina tradicional chinesa defende a aplicação da acupuntura em bebês para tratar o sono, cólicas e outras dores
Pixabay - Conheça os benefícios da prática da acupuntura em bebês

Se engana quem acha que a acupuntura é um tratamento exclusivo para adultos. A técnica milenar chinesa também é indicada por alguns terapeutas para tratar problema de dores e cólicas em bebês desde os primeiros meses de vida. 

Feita com o auxílio de agulhas, a prática atua contra doenças que surgem quando as energias vitais do nosso corpo não podem fluir livremente. 

+ VEJA TAMBÉM: Comprovado pela ciência: auriculoterapia combate depressão, hipertensão e doenças cardíacas

Segundo a medicina tradicional chinesa, o corpo humano possui 14 canais de energia que podem ficar desequilibrados, causando dores físicas e até incômodos emocionais que podem ser tratados por meio da acupuntura. 

Quando os terapeutas de acupuntura perfuram áreas específicas do corpo do bebê com agulhas muito finas e indolores, ele desbloqueia a energia retida, o que melhora a saúde do pequeno. 

Outra teoria defende que a acupuntura libera endorfinas que aliviam a dor, o famoso hormônio da felicidade, e por mais que pareça assustador a combinação das palavras "bebês"  e "agulhas", a acupuntura nos pequenos é uma prática comum, além de ser uma ferramenta medicinal praticada há milênios.

Alguns pais que não sentem conforto em tratar seus filhos com agulhas, podem recorrer a médicos acupunturistas que realizam sessões utilizando laser ou sementes, mas é sempre importante verificar se o terapeuta é licenciado para a aplicação da acupuntura.
 

Último acesso: 29 Sep 2020 - 22:28:37 (1043173).