bem-estar   / Nova regra

Comprovante de vacinação será exigido em bares, restaurantes e shoppings da cidade de São Paulo

"Se o estabelecimento estiver com pessoas sem vacina e isso for observado pela Vigilância Sanitária, ele sofrerá multa", avisa Ricardo Nunes, prefeito da cidade de São Paulo

Bons Fluidos Publicado segunda 23 agosto, 2021

Comprovante de vacinação será exigido em bares, restaurantes e shoppings da cidade de São Paulog - Foto: Miguel Schincariol/Getty Images

Ricardo Nunes (MDB), prefeito da cidade de São Paulo, anunciou nesta segunda-feira, 23, que será necessário portar um "passaporte" comprovando a vacinação contra a covid-19 para entrar e frequentas locais como bares, restaurantes e Shopping centers na capital paulista.

"O conceito principal é que os estabelecimentos só vão poder aceitar pessoas que estejam com vacina. Esse é o passaporte. Se o estabelecimento estiver com pessoas sem vacina e isso for observado pela Vigilância Sanitária, ele sofrerá multa.", explica Nunes em coletiva de imprensa.

+++ Não descarte este superalimento: 3 jeitos diferentes de consumir semente de melão

"Então vamos oferecer um mecanismo para que esses locais identifiquem quem tem vacina. Vamos fornecer o sistema para que ele baixe na plataforma e-Saúde e faça a leitura do QR Code", continua o político.

A previsão é que o aplicativo seja lançado por volta de 27 de agosto, sexta-feira. Basta baixar a plataforma online, se cadastrar e emitir um QR Code. Será a partir da leitura desse código que os estabelecimentos poderão conferir se a pessoa tomou ou não a vacina, ou se está com a segunda dose atrasada, podendo barrar o indivíduo nos dois últimos casos.

+++ ''Às vezes falta se comunicar'', diz psicóloga sobre crises de ansiedade e síndrome do pânico

"É um serviço importante porque às vezes a pessoa recebe a carteirinha de vacinação e esquece. Muitos não tomaram a segunda dose - hoje são 211 mil na cidade de São Paulo por conta de esquecimento. Então pelo aplicativo no celular ela vai fazer a leitura e identificar a data da vacinação. Mas o objetivo principal é mesmo o passaporte para adentrar os locais autorizados pela Vigilância Sanitária, como eventos", completou o prefeito.

Vale lembrar que bares e restaurantes não apresentam mais restrições de horário e quantidade de lugares para clientes no estado de São Paulo.

Último acesso: 05 Dec 2021 - 14:25:49 (1045601).