Testeira

Não seja refém de crenças limitantes! Saiba destravar seu progresso com a programação neurolinguística

Na coluna desta semana, Charles Bueno falou sobre como determinadas crenças podem travar seu progresso e limitar o sucesso. O hipnólogo também ensinou um exercício de programação neurolinguística para identificar o que está estagnando sua vida

CHARLES BUENO Publicado segunda 30 agosto, 2021

Na coluna desta semana, Charles Bueno falou sobre como determinadas crenças podem travar seu progresso e limitar o sucesso. O hipnólogo também ensinou um exercício de programação neurolinguística para identificar o que está estagnando sua vida
Aprenda a fugir das crenças limitantes e viva sua melhor versão - Pexels/ Pixabay

Quando nascemos, somos como uma página em branco e, ao decorrer dos meses e anos, recebemos diversas influências que moldam a nossa personalidade e aquilo em que acreditamos.

Nossas crenças vão além do conceito religioso. Podemos acreditar em diferentes coisas e torná-las dogmas que regem o nosso comportamento ao longo da vida.

O problema é que algumas dessas crenças podem ser limitantes e atrapalhar nossas ideias e vivências, prejudicando o nosso crescimento.

Dentre as crenças, podemos citar opiniões e pensamentos que acreditamos serem verdadeiros. Elas podem ser positivas ou negativas, nos impulsionando a conquistar algo ou atrapalhando a realização de algum sonho.

Nem sempre reconhecemos facilmente essas crenças limitantes, mas elas passam pela nossa história várias vezes e por diversas pessoas. Com certeza você já ouviu alguém dizendo algumas dessas frases para você ou para outra pessoa: “Você não nasceu para fazer isso”, “Não importa o quanto trabalhe, nunca vai conseguir juntar dinheiro e/ou ficar rico”, “Você não pode/ não consegue fazer isso”, “Tal coisa não é para você” ou “Você não é merecedor de tal coisa”... e por aí vai.

+++ Transe hipnótico: as etapas necessárias para mergulhar no estado mais profundo de hipnose

Se você alimentar essas crenças, entrará em um ciclo de começar algo, parar antes de terminar, se arrepender, tentar novamente e desistir de vez.

É preciso deixar essas crenças de lado para poder destravar a mente milionária e alcançar tudo o que deseja para si. Não é fácil deixar aquilo em que acreditamos de lado, principalmente porque muitas delas estão no nosso inconsciente e não são percebidas como limitantes.

Uma das formas mais simples de lidar com essas crenças e tirá-las da vida, após reconhecer que estão travando o seu desenvolvimento é por meio de uma única palavra: porquê.

Porque é especial e aparece nas frases sempre seguida de um motivo: “não posso sair porque estou doente”; “não vou empreender porquê a economia não está propícia”; “não vou comprar aquela casa porque o preço ainda pode cair mais” e assim por diante.

O porquê pode exemplificar as nossas razões e ajuda a identificar os motivos pelos quais uma crença pode ser limitante para cada um. Também é possível diferenciar um fato de uma crença.

Como, por exemplo: "Estou com fome porque não almocei" (fato).​ "Não consegui o emprego porque não sou bom o suficiente" (crença)

A crença é a nossa percepção da realidade e, nem sempre, ela está correta. Para que você possa identificar o que está travando seu progresso, trago um exercício de programação neurolinguística. Vamos fazer? Pegue papel e caneta.

+++ Como a hipnose pode te ajudar a se adaptar ao 'novo mundo' e recriar hábitos no subconsciente

1. Escolha um problema e escreva uma situação que considere difícil de lidar, algo que seja um bloqueio na sua vida, como dificuldade para guardar dinheiro, solidão, fim de um relacionamento, entre outros.

2. Escreva os possíveis motivos para o problema escrito acima. Escreva em frases curtas. “Estou sozinho porquê... “, “não consigo guardar dinheiro porque...” e assim por diante.

Diga, em voz alta, a frase que vem seguida de porquê e anote tudo o que vem na sua cabeça, sem julgamentos. Repita esse processo quantas vezes puder até ficar sem novas respostas.

A ideia desse exercício é obter o máximo possível de razões pelas quais você não está alcançando algo. Logo, anote o que vier à mente, mesmo que não faça sentido. Ao escrever rapidamente e sem filtrar, você acessa o que está sendo escondido no fundo do seu inconsciente.

3. Separe os motivos.

Com a lista de razões redigida, podemos classificar e identificar as crenças limitantes e as ideias aleatórias da mente. Sem vergonha, leia a lista em voz alta e note quais têm carga emocional mais significativa.

Essas são as suas crenças limitantes e, a partir de agora, você poderá trabalhar para mudar sua percepção a respeito delas e de si mesmo, a fim de destravar a mente milionária e se tornar quem sempre sonhou ser.

Que tal tentar?

Um abraço e até semana que vem!

CHARLES BUENO


Até ler esse texto você já tinha se dado conta da importância da hipnose? Já tinha parado para pensar que a prática precisa ser desmistificada? Pois é! É por isso que nosso mais novo colunista, Charles Bueno, chegou! Vamos conversar semanalmente sobre hipnose e todos os seus benefícios para a saúde mental e física!

Instagram: @charlesbuenohipnologo

www.masteremhipnoseclinica.com.br

Último acesso: 26 Oct 2021 - 18:17:02 (1045637).