comportamento   / Coronavírus

Conjuntivite, feridas nos pés; saiba quais são as manifestações menos comuns da Covid-19

Além de febre e tosse seca, é importante que tenhamos consciência de outros sintomas mais raros do coronavírus

REDAÇÃO BONS FLUIDOS Publicado terça 19 maio, 2020

Além de febre e tosse seca, é importante que tenhamos consciência de outros sintomas mais raros do coronavírus
Saiba quais são as manifestações menos comuns da Covid-19 - PxHere

A Covid-19, doença causada pelo novo vírus denominado SARS-COV-2, recebeu o título de pandemia em março de 2020. Neste período, algumas observações foram feitas sobre a infecção e seu comportamento no corpo humano.

Dentre os manifestações mais comuns, são apontados pelos pacientes: febre, dores de garganta, tosse seca, cansaço e falta de ar. No mundo, somam mais de 4 milhões e 800 mil o número de casos confirmados, sendo 318 mil óbitos.

Cinco meses após o primeiro caso de coronavírus surgir na China, na cidade de Wuhan, novos sintomas dentre os pacientes infectados começaram a surgir, como a conjuntivite, condição citada pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS).

Foi sugerido pela Academia Americana de Oftalmologia em relatórios publicados recentemente que o novo coronavírus poderia causar uma conjuntivite folicular leve, indistinguível de outras causas virais, e possivelmente ser transmitida pelo contato do vírus com a conjuntiva, a membrana transparente que reveste o olho.

O ideal nesses casos e manter a higienização das mãos e evitar o contato na região dos olhos, para evitar que o vírus afete os olhos, além do nariz e da boca, principais vias para a entrada dos micro-organismos.

Outro problema que está sendo rigorosamente analisado pelos médicos é o que ficou conhecido como 'dedos do covid', ou seja, erupções cutâneas que surgem majoritariamente nos dedos dos pés e das mãos e atingem principalmente os pacientes hospitalizados mais jovens, além de demorarem vários dias para sumir.

Os médicos identificaram cinco tipos diferentes de erupções que se caracterizam como 'dedos de covid', sendo elas as lesões assimétricas, pequenas bolhas, áreas de pele rosadas ou esbranquiçadas, maculopápulas e livedos. Entenda as particularidades desses casos clicando aqui.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também citou os seguintes sinais incomuns observados em pacientes com o novo coronavírus:

  • Dor de cabeça que não melhora com os analgésicos comuns
  • Congestão nasal
  • Diarreia
  • Perda de paladar ou olfato
  • Náuseas
  • Calafrios

Último acesso: 10 Jul 2020 - 10:22:23 (1042753).