Publicidade
Dia de São Pedro e São Paulo: reze pelos Apóstolos
Dia de São Pedro e São Paulo: reze pelos Apóstolos – Reprodução/Canção Nova

São Pedro e São Paulo são considerados os cabeças dos apóstolos por terem sido os principais líderes da Igreja Cristã Primitiva, tanto por sua fé e pregação, como pelo ardor e zelo missionários. No dia 29 de junho, os católicos recordam as virtudes cristãs dos dois apóstolos que defenderam o Evangelho de Jesus Cristo com suas vidas. Juntamente com Santa Catarina de Siena, eles são padroeiros de Roma.

Publicidade

Dia de São Pedro e São Paulo

Mas você sabe por que eles são considerados os pilares da Igreja Católica?

Jesus disse a Pedro: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mt 16,18). Pedro é reconhecido pelos católicos como o primeiro papa. Após a ressurreição e ascensão de Cristo, Pedro assumiu a liderança da Igreja, liderou os apóstolos e garantiu que os discípulos mantivessem viva a verdadeira fé.

Já Paulo, antes de se converter ao catolicismo, era conhecido como Saulo de Tarso. Após o encontro com Jesus Cristo, ele foi batizado e recuperou a visão. São Paulo distinguido como o grande evangelizador, o apóstolo dos gentios e passou o resto de sua vida pregando o Evangelho, incansavelmente, às nações do mundo mediterrâneo.

Os dois santos foram martirizados em Roma. Pedro passou seus últimos anos na cidade, liderando a Igreja, durante a perseguição, até o martírio, em 64. Ele foi enterrado na colina do Vaticano e a Basílica de São Pedro foi construída sobre o seu túmulo. Segundo a tradição cristã, Paulo foi decapitado durante o governo do imperador Nero, em 67.

Publicidade

Confira a oração para São Pedro e São Paulo:

“Ao glorioso São Pedro, Príncipe dos Apóstolos, por ser a pedra sobre qual Deus edificou a Sua Igreja. Ao Bem-Aventurado São Paulo, porque foi escolhido por Deus como pregador da Verdade em todo o mundo. Alcança-nos, vos pedimos, uma viva Fé, firme Esperança e ardente Caridade. Um despojamento total de nós mesmos, desprezo pelo mundo, paciência nas adversidades, humildade nas coisas prósperas, atenção na oração, sincera intenção no trabalho, diligência no cumprimento das obrigações, constância nos propósitos, conformidade com a vontade de Deus e perseverança na divina graça até a morte. A fim de que por vossa intercessão e teus gloriosos méritos, superadas as tentações do mundo, do demônio e da carne, sejamos dignos de comparecer diante do supremo e eterno Pastor de almas, Jesus Cristo, para gozar e amar eternamente a Ele que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.”

Publicidade