Publicidade

Herói da resistência

O exótico umbu desafia a ameaça de extinção, rompe fronteiras e se aproxima cada vez mais da sua mesa

Exótico umbu – DoDesigns/ Divulgação
Você já experimentou umbu? Trata-se de um pequeno fruto que mescla doçura e acidez e que espalhou, por gerações, seu sabor e aroma pelo Nordeste brasileiro. Suas árvores, que nascem no semiárido, sobrevivem à seca graças às batatas ligadas às raízes. Elas fazem o papel de “cisternas”, com capacidade de armazenar grande quantidade de água. O problema é que os centenários umbuzeiros podem se extinguir, ameaçados pelo desmatamento da caatinga. Para salvar esses frutos mágicos, a Arca do Gosto, projeto que busca resgatar espécies alimentares em risco, elegeu o umbu como uma de suas prioridades. Isso aconteceu porque a Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), formada por 450 famílias de agricultores, rompeu a fronteira do sertão da Bahia para mostrar o valor de seu nobre produto. As 160 toneladas de umbu processadas por ano agora dão origem a doces de corte, geleias, compotas e sucos, itens da linha Gravetero (veja no destaque), que ganhou espaço nas prateleiras do Eataly, famosa rede italiana com ponto recém-inaugurado na capital paulista, além de mercados de cinco capitais que já comercializavam os produtos. Ou seja: essa delícia está mais e mais perto de você. Pode apostar, geleia de umbu numa torradinha crocante é de comer de joelhos…
– Onde Encontrar

Em coopercuc.com.br você pode consultar a lista de supermercados e empórios que comercializam produtos à base de umbu em cada estado. Um deles é o Eataly, do Grupo Pão de Açúcar.

Publicidade