bem-estar   / Coronavírus

Máscara de proteção: saiba como descartar e qual é a melhor forma de usar o acessório

O médico-cirurgião Bruno Pereira explicou todos os cuidados que devem ser tomados com as máscaras

Redação Bons Fluidos Publicado quarta 20 maio, 2020

O médico-cirurgião Bruno Pereira explicou todos os cuidados que devem ser tomados com as máscaras
Saiba como descartar, devidamente, sua máscara de proteção - Freepik

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 19, o uso obrigatório de máscara em todo o País em lugares públicos e privados acessíveis à população.

O projeto ainda precisa passar pelo Senado, mas a medida já foi adotada em algumas regiões do país, como é o caso do Estado de São Paulo. 

+ VEJA TAMBÉM: Usa óculos? Saiba como evitar que as lentes embacem enquanto utiliza máscara de proteção

Acontece que "usar a máscara" não é a única preocupação que a população deve ter. Para que ela seja eficiente no combate ao coronavírus, uma série de cuidados precisam ser tomados desde a confecção até o descarte.

MÁSCARAS DE TECIDO

De acordo com o médico-cirurgião Bruno Pereira, CEO do Grupo Surgical, é importante que as máscaras nunca sejam compartilhadas e que as pessoas optem pelas feitas de tecido.

“Com a pandemia, houve uma corrida muito grande atrás de máscaras, que acabam faltando para quem trabalha na área de saúde. As de tecido são eficientes para a prevenção das pessoas, além de serem fáceis de confeccionar”, apontou.

Cuidados básicos

Os itens, para cumprirem o papel de proteger, precisam respeitar algumas regras:

1) Ter, pelo menos, duas camadas

2) Ser individual

3) Ser trocada a cada duas horas

4) Cobrir o nariz e a boca e não ter folga nas laterais

“Esses são os cuidados básicos, mas precisamos tomar muitos outros”, explica Pereira.

Manipule sempre pelas alças

“As máscaras devem ser sempre manipuladas pelas alças, e nunca pelo tecido. Também não se deve colocar a mão no tecido durante o uso. Antes e depois de manipulá-las, deve-se higienizar as mãos com água e sabão ou álcool gel 70%”, destaca.

"Quando retirada, a máscara deve ser colocada em um saco plástico ou lavada imediatamente. Não adianta, por exemplo, você tirar a máscara e colocar na bolsa, com outros objetos, ou deixar solta no carro ou em algum lugar da casa. Se ela estiver contaminada, vai contaminar outros objetos”, orienta também.

Higienização da máscara

O acessório pode ser lavado apenas com água ou sabão, o mais rápido possível após ser retirado do rosto, ou também pode ficar imerso por 30 minutos em água sanitária ou algum outro tipo de desinfetante.

Se possível, o profissional aconselha passar ferro na máscara após a secagem.

“Depois desse processo, deve ser colocada em um saquinho ou algum lugar limpo até o próximo uso”, recomenda o médico.

Como fazer o descarte

O descarte da máscara, seja de tecido ou descartável, também precisa de cuidados especiais.

“Ela nunca deve ser jogada no lixo reciclável ou na rua porque pode contaminar outras pessoas. O descarte deve ser feito no lixo do banheiro para que ela vá direto para o aterro. Mas, antes de jogar no lixo do banheiro, é preciso embalá-la em dois sacos plástico, um dentro do outro, e amarrar as alças para que ela fique bem fechada. O ideal é identificar esse lixo, escrevendo um bilhete ou no próprio saquinho, como costumamos fazer com vidros quebrados. Os mesmos cuidados devem ser tomados com luvas. Também é importante que apenas 2/3 da capacidade do saco sejam utilizados”, comenta Pereira.

De acordo com ele, no caso de pessoas contaminadas ou com suspeita da doença, esses cuidados devem ser ainda maiores. “Tudo que essa pessoa manipula e que precisa ser descartado deve ir para o lixo orgânico e embalado dessa forma que expliquei”, afirma.

“Precisamos entender que, dependendo da superfície, o vírus sobrevive por alguns dias. Então, os produtos que servem para nos proteger não devem se transformar em mais uma forma de contaminação”, diz.

Último acesso: 06 Jul 2020 - 16:58:15 (1042760).